Gafisa investe em UTM para ampliar disponibilidade de rede

Gafisa investe em UTM para ampliar disponibilidade de rede

Com auxílio de integradora, a companhia implementou a tecnologia da Fortinet para gerenciar a rede, acessos e assegurar a troca de informações entre usuários, principalmente do time de vendas

O cenário pode parecer bastante comum: após algumas aquisições, a companhia precisa, agora, colocar a casa em ordem e fazer todas as unidades da nova (e maior) empresa conversarem na mesma língua, através dos mesmos sistemas, pois o contrário pode significar um atraso significativo ao sucesso das fusões e futuras empreitadas no mercado.

Esse panorama foi observado pela Gafisa, que após algumas aquisições, viu cada uma de suas unidades sofrendo pela indisponibilidade de rede, da falta de gerência do acesso e integração de tecnologias. “Tínhamos arquiteturas heterogêneos (de TI). O que nos demandava muita energia para gestão; encontrávamos muitas dificuldades para manter tudo funcionando”, lembra Silvano Lago, gerente de TI da Gafisa. “Havia quedas frequentes da rede. Uma vez por semana um escritório ficava sem internet, em períodos de até quatro horas.”

Para dar ainda mais caldo ao problema, a entrada de dispositivos móveis na rede da empresa começava a aumentar substancialmente, e, tendo em vista o panorama citado acima, a necessidade de contar com uma tecnologia capaz de criar alta disponibilidade e qualidade de rede era primordial. “E se essa ferramenta fosse ainda capaz de identificar o tráfego no sistema da companhia, podendo, desta forma, desenvolver filtros de acesso por usuários, teríamos o melhor dos mundos”, complementa Lago.

Com auxílio da integradora NCT Informática, a Gafisa optou, após um período de provas de conceito com diversos fabricantes, optar pelo UTM da Fortinet. “Fizemos POCs com SonicWall, WatchGuard e outros vários, mas a que melhor cobria aos nossos requisitos foi a Fortinet. Nos pareceu a mais completa, cobrindo uma alta gama de necessidades da Gafisa, pois concentramos num único equipamento o controle de disponibilidade de link, gerenciamento centralizado de acesso e rede, antivírus, firewall…”, afirmou o gerente de TI.

Foram implementados appliancesFortiGate, administrados a partir da sede da Gafisa, em São Paulo, por meio dos consoles de gerenciamento FortiManager e FortiAnalyzer. Atualmente, mais de 60 unidades contam com esta estrutura, inclusive os escritórios centrais, regionais e outros locais de trabalho da empresa.

O projeto começou em dezembro de 2010, visando adotar recursos de filtros web e otimização da WAN. A implantação dos appliances levou cerca de 10 meses, sendo que nos primeiros quatro meses foi priorizada a instalação do sistema de aumento da disponibilidade da internet, melhorando a qualidade dos links contratados pela Gafisa e também a criação dos perfis de consumo para smartClient, smartphones e tablets, conta o executivo. Posteriormente foi realizada a parte mais trabalhosa do projeto: a personalização dos filtros e perfis de acesso por área da companhia. “O pessoal de marketing tem que ter acesso completo às redes sociais, mas contas a pagar não”, exemplifica Lago.

Finalizado o projeto, todos os problemas observados outrora foram resolvidos, e a área de vendas da companhia foi a principal beneficiada por toda a implementação. “O ticket médio da Gafisa é muito alto, sendo o menor deles de R$ 250 mil, então perder a venda de um imóvel devido a problemas de rede era absolutamente inadmissível”, pontua. “Hoje, os colaboradores nem lembram o que significa ficar sem rede na empresa e nossas lojas, escritórios regionais e estandes conversam de forma segura e confiável.”

Uma vez que a companhia consegue gerenciar por completo o fluxo de acesso e o tráfego das informações entre as máquinas e dispositivos móveis da empresa, os “homeros” – apelido dos profissionais que fazem home office -, por exemplo, conseguiam entrar na VPN da companhia de forma segura, e a Gafisa gerenciava o uso da máquina e as possíveis ameaças do equipamento do funcionário.

“A implementação exigiu uma elaboração uma série de padrões, que foi a parte mais pesada de todo o projeto. Hoje tudo funciona muito bem, dando um auxilio gigantesco ao nosso planejamento estratégico de permitir, ainda mais, a entrada de dispositivos móveis na empresa, com a segurança de que esse movimento não acarretará problemas para a Gafisa”, ressalta Lago.

Com a evolução de sua TI, a Gafisa pretende colocar em prática novas iniciativas. “Uma delas é a padronização das políticas de segurança e uso da internet em todos os escritórios, inclusive os das unidades Tenda e Alphaville”, complementa Fernando Joranhezon, sócio-diretor da NCT Informática, em comunicado encaminhado à InformationWeek.

 

Fonte: Informationweek

 

http://informationweek.itweb.com.br/11523/gafisa-investe-em-utm-para-ampliar-disponibilidade-de-rede/


WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux